LOADING...
O futuro do trabalho e os novos modelos ocupacionais
07 maio

O futuro do trabalho e os novos modelos ocupacionais

O futuro do trabalho não é uma realidade distante, é, na verdade, um processo em andamento que já apresenta impactos sociais significativos na atualidade. 

O avanço tecnológico e o desenvolvimento de novas inteligências também significa novas relações e estruturas de trabalho, no cenário profissional, essa mudança vai além dos processos administrativos de uma empresa, é resultado de uma transformação social onde os profissionais priorizam flexibilidade, qualidade de vida e produtividade. 

Essa nova compreensão de mercado não se trata de bater o ponto e seguir uma linha única de performance, mas sim de escolher como, quando e em que ritmo cada um pode ser mais útil e eficiente para si e para o seu contratante. É um processo de desbloqueio de mentalidades e abertura para novas tecnologias humanas. 

 

O futuro do trabalho

 

A construção de carreiras tendo como base estabilidade e longevidade em cargos e empresas já não representa objeto de desejo para  a maior parte da força de trabalho atual, diferente das gerações anteriores, o plano de carreira hoje se baseia em propósito, aprendizado, novas experiências, liberdade e  identificação. 

 

Para além disso, as empresas entenderam que produtividade e eficácia não são fruto de um controle extremo sobre os colaboradores, mas de uma  comunicação  objetiva. Os dados da Hays apontam que lá atrás, em 2017 e 2018, a prática de Home office havia crescido em 51%, já em 2019 o levantamento da Randstad mostra que 7 entre 10 brasileiros gostariam de adotar a esse modelo e 98% dos entrevistados gostariam de trabalhar fora do escritório em algum momento da vida, segundo a Buffer.

 

Autonomia e bem-estar são sem dúvida pilares quando se fala do futuro do trabalho, e tendem a aumentar de 15% a 30% a produtividade dos funcionários. Regimes de trabalho como CLT, Serviço público, por hora ou por período ainda seguem em vigor, mas tem cada vez menos crescimento quando comparado ao trabalho remoto. Os modelos de trabalho tradicionais estão sendo repensados, são modificações em resposta às necessidades que evoluem e se modificam. 

No Brasil, o modelo de trabalho remoto que mais cresce é o regime híbrido. A pesquisa da consultoria de recrutamento Robert Half aponta que 95% da empresas pretendem adotar a modalidade de forma definitiva, as empresas estão reavaliando a maneira como atuam e cerca de 40% das organizações pretende diminuir seu espaço físico dando lugar ao modelo de trabalho que gere economia e flexibilidade. 

Modelos de Trabalho

 

Do ponto de vista global é fácil enxergar as mudanças no mercado de trabalho e os efeitos positivos dessa nova realidade, mas na prática o que significa o futuro do trabalho para empresas e colaboradores?  

 

Para as empresas as novas práticas têm significado funcionários mais empenhados, economia financeira, colaboradores especializados, diversidade de equipes, ampliação geográfica do alcance, crescimento horizontal e especialmente o aumento da produtividade, que de acordo com um estudo de Stanford tem um aumento mínimo 13% no trabalho remoto. 

 

Já para os colaboradores, isso se converte na capacidade de se adaptar a alterações rápidas, colocando em pauta a necessidade de novas habilidades, mais flexibilidade, espaço para crescer no seu tempo e na existência de novas ferramentas de trabalho, ou seja, um profissional multidisciplinar:

 

  • Menos estresse – flexibilidades significa melhoria na qualidade de vida e como consequência disso um dia a dia com menos preocupações;

 

  • Mais vagas – a ausência de limites geográficos implica na oportunidade de trabalhar em qualquer empresa independente do local de residência;

 

  • Compartilhamento – agora todos os colaboradores têm acesso aos projetos e informações, a troca de experiências não precisa mais de espaços físicos e hora marcada; 

 

  • Autogestão – o colaborador administra seu próprio tempo e foca em resultados e entregas, não mais em estar presente das 8h às 17h;

 

  • Hierarquia horizontal – operar em diferentes contextos culturais e sociais, com equipes diversas significa quebrar modelos tradicionais de hierarquia e focar em produtividade;

 

  • Inteligência emocional – As soft skills são tão valorizadas tanto quanto o seu diploma, ter pensamento crítico e analítico, uma mentalidade solucionadora, capacidade de negociação, se conectar com as pessoas e saber lidar com as situações diárias valem muito;  

 

  • Trabalho remoto –  estar fisicamente presente na sede da empresa não é mais a regra, trabalhar de forma independente e onde quiser fazendo uso das ferramentas virtuais para anular a distância é o modelo em crescimento.

 

A essa altura já deve ter dado para entender que aquela máxima de uma jornada de 8h de trabalho sem interrupções, que começa às 9h e vai até as 18h, não será lugar comum em um futuro próximo. A disseminação do trabalho remotoo famoso home office), e do trabalho híbrido (que combina o remoto ao presencial), são sem dúvidas osnovos modelos de trabalho que mais crescem e isso já apresenta impactos sociais e econômicos, com a migração das capitais para o interior.  

O que é trabalho remoto?

 

O mercado de trabalho se encontra em meio a um processo rápido e crescente de mudanças com influências de todos os lados, forçando transformações e exigindo cada vez mais fluidez. Tudo isso significa que o futuro do trabalho está constantemente mudando e vive no presente, o trabalho remoto é a prova disso. 

 

Trabalhar remotamente não significa apenas uma mudança de processos no mercado de trabalho, mas uma transformação dos modos sociais que resultam em uma necessidade de adaptação e evolução. O IBGE estima que desde 2018 cerca de 4 milhões de brasileiros já trabalhavam em home office, em 2020, com a crise do Covid-19, esse número sobe para 8,7 milhões. O estudo  Day After Covid Survey, da BoxOffice em conjunto com a Sodexo, aponta que em 2020, 61% das empresas migraram para o sistema de trabalho remoto ou híbrido e 95% dessas pretendem fazer disso um modelo permanente. O Banco do Brasil, por exemplo, passou de 35 escritórios físicos para somente 16 unidades.

 

Multinacionais com trabalho remoto permanente:

  • Microsoft;
  • Indeed;
  • Google;
  • American Express;
  • Airbnb;
  • Zillow;
  • Twitter.

 

Poder trabalhar a qualquer momento e de qualquer lugar não é um obstáculo, mas sim uma solução, o trabalho remoto descentraliza o mercado e injeta economicamente pequenos centros urbanos. Não é preciso se aposentar para viver o sonho de morar no litoral ou em uma granja, da mesma forma que não existe uma necessidade de migrar para as grandes metrópoles para se inserir no mercado, agora é possível empreender e/ou oferecer serviços de e para qualquer lugar. 

 

O Ibope mostra que em 2016, o paulistano, passava o equivalente a um mês parado no trânsito em um ano, com a migração para o trabalho remoto essa rotina diária de estresse não existe mais. Setores como ensino à distância tem previsão de crescimento em 100% até 2030, é mais fácil contratar, aprender, comprar, vender, produzir, criar e crescer quando a presença física não é uma exigência. 

 

Trabalho remoto é entrega de resultados e competência para os funcionários e crescimento, produtividade e economia para os empresários. É essencialmente o uso da tecnologia como instrumento de conexão que otimiza a performance e permite novos modelos de trabalho e estrutura profissionais.

 

Modelo Híbrido, a aposta do futuro

 

Quando se trata do futuro do trabalho e do trabalho remoto, o regime híbrido aparece quase sempre na primeira posição. A modalidade é caracterizada pela autonomia, no modelo híbrido de trabalho, o colaborador pode dividir suas atividades entre home office, sede da empresa, atividades em campo ou escritórios flexíveis como espaços de coworking.

 

Tudo indica que o “meio termo” representado pelo modelo híbrido de trabalho será a resposta para agradar empresas e funcionários, ou seja, o futuro do trabalho é híbrido. O instituto de pesquisa de economia política da universidade de Stanford constatou que 55% dos norte-americanos têm o regime híbrido de trabalho como meta. Na China, a COO do Instituto Great Place to Work, afirma que em poucos anos o trabalho híbrido vai configurar 60% da carga de mercado.

 

O trabalho realizado em mais de um espaço permite às empresas manter um escritório físico menor, transicionar para espaços colaborativos de maneira fixa ou ainda adotar coworkings espalhados pelo globo como sedes locais, e isso significa economia para as organizações e liberdade de criar a própria rotina para os colaboradores. 

 

Os estudiosos de mercado afirmam que o modelo híbrido de trabalho une o melhor dos dois mundo e as empresas e funcionários parecem concordar. O híbrido é troca de experiências, flexibilidade de horários, liberdade para ir e vir, foco em produtividade e economia sem abrir mão das práticas clássicas de trabalho ou dos novos modelos de trabalho.   

 

Conclusão

 

As mudanças no mercado de trabalho não são temporárias, os novos modelos de trabalho vieram para ficar. Os escritórios não são mais o símbolo corporativo, as relações foram repensadas,  as culturas empresariais estão abertas e participativas, a hierarquia é uma troca de experiência e o crescimento coletivo. 

 

O modo de viver e entender o tempo de trabalho já não é medido em horas, mas em resultados. Não se trata de chegar cedo, sair tarde e morar perto, mas de adotar medidas que permitam soluções rápidas e assertivas gerando impactos positivos para as organizações e mantendo a qualidade de vida dos colaboradores. 

 

Isso significa que o futuro do trabalho está no valor agregado, independente da caixa postal. É uma relação de simbiose enraizada em ambientes de trabalho mais seguros, funcionais, que tragam bem-estar e estrutura para continuidade da parceria entre Líderes e colaboradores.

 

Interessado em uma
Sala Privativa?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link
Interessado em uma
Sala de Reunião?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link
Interessado em nosso
espaço de eventos?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link
Interessado em nosso
Endereço Comercial?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link