LOADING...
Trabalho híbrido e coworking
14 maio

Trabalho híbrido: o equilíbrio entre presencial e home office

O trabalho híbrido é pauta principal quando se fala em novos modelos de atuação no mercado de trabalho. Aparecendo como ideal não só para os profissionais, mas também para as empresas brasileiras em 2021. 

 

Para alguns o trabalho remoto é um sonho, mas para muita gente isso pode significar falta de contato humano e produtividade, é aí que entra o trabalho híbrido: um espaço que configura o meio termo entre remoto e presencial, mesclando as vantagens de ambos e criando um local físico de colaboração que funciona como a extensão do home office. 

 

O modelo de trabalho híbrido se configura pela flexibilidade, um sistema organizacional de trabalho que permite aos funcionários trabalhar tanto em casa quanto no escritório da empresa, oferecendo a opção de dividir a carga horária como quiser ou de acordo com um cronograma pré-estabelecido pela organização. Os trabalhadores escolhem o escritório para serem produtivos ou o home office pela conveniência e segurança. Um modelo de trabalho híbrido ajuda a equilibrar os dois.

 

O que é trabalho híbrido?

 

No mundo inteiro, empresas vêm repensando a forma clássica de se trabalhar, essa tendência pode não ser exatamente uma novidade, mas no Brasil ganhou força em 2020 e 91% dos líderes de mercado concordam que o trabalho híbrido já é parte do mercado e veio para ficar, como aponta a 14ª edição do Índice de Confiança Robert Half.

 

Não trabalhar exclusivamente em casa ou na sede das organizações é um desejo crescente entre os profissionais. A pesquisa da Salesforce mostra o trabalho híbrido como o mais visado, e segundo a brightspot Strategy, 90% dos colaboradores demonstrem interesse em estar no escritório pelo menos uma vez por semana, mas  a  possibilidade de dividir o tempo de trabalho entre escritório e casa não agrada somente  funcionários, 82% das empresas brasileiras pretendem implementar uma cultura de trabalho híbrido, aponta a pesquisa da Gartner.  

 

O trabalho híbrido é um modelo que fornece aos funcionários a flexibilidade de trabalhar onde quer sejam mais produtivos, seja no escritório, em um coworking, em casa ou ainda em uma combinação de todos. Para além disso, a flexibilidade, liberdade e produtividade também são critérios-chave dessa modalidade. O estudo do MIT Technology Review Brasil deixa claro que o futuro do trabalho será híbrido: a rotina de trabalho diferenciada e que se adapta às necessidades de cada um, apresentou resultados positivos em 96% das empresas entrevistadas. 

 

Os benefícios de um modelo de trabalho híbrido aparecem rapidamente e com base na pesquisa da Gensler 19% dos que trabalham dessa forma apresentaram crescimento quando se trata de pontualidade, relacionamentos profissionais, criatividade e produtividade. Ter um espaço para socializar, colaborar e realizar networking sem perder a flexibilidade do home office tem como consequência funcionários com maior rendimento e que abraçam a cultura da empresa.

 

O futuro do trabalho é híbrido

 

Os adeptos do Home office já sentem os efeitos que a barreira física criada por esse modelo de trabalho acarreta, a saúde mental dos profissionais mostra sinais de esgotamento, o famoso burnout. Ao optar pelo trabalho híbrido se escolhe também a dissolução desses bloqueios com a manutenção da flexibilidade tão necessária e desejada pelos trabalhadores.  

 

Anteriormente, os gestores deixavam claro suas desconfianças com relação a modelos de trabalho mais livres, pensava-se que a liberdade para escolher ia resultar em menos trabalho e entregas, algo que acabou por não se transferir para a realidade. Hoje, se constata exatamente o oposto e organizações de todos os portes seguem adotando a flexibilidade como parte da cultura empresarial, escolher um modelo de trabalho que combina mais de um formato tende a aumentar a produtividade e criar processos mais dinâmicos tanto no âmbito profissional quanto pessoal. 

 

Essa mudança na cultura organizacional faz do trabalho híbrido uma tendência que chega como a novos modos de sociedade, são éticas modernas que valorizam bem-estar, saúde mental e conexões mais humanas. Isso altera inclusive as estrutura física das empresas que cada vez mais buscam espaços flexíveis de trabalho, como coworkings, visando uma estrutura pensada para gerar motivação e troca de experiências com ambientes adequados ao trabalho e menor custo. A pesquisa da Barômetro Open Mind mostra que 50% das empresas mantiveram seu índice de produtividade com o trabalho híbrido e 35% registraram benefícios de performance. Enquanto isso, de acordo com a pesquisa da Consultoria Consumoteca, os números do home office mostram insatisfação:  50% dos profissionais não estão felizes com o modelo, 33% sentem desequilíbrio na vida e isolamento e 64% não conseguem dormir. 

 

A prova disso é que empresas como Reddit, Twitter, Coinbase, Microsoft, Facebook,   Shopify, PayPal, Zillow, Viacom e Dropbox já tem o trabalho remoto como parte de suas culturas empresariais. 

As Vantagens 

 

Equilíbrio é fundamental e esse é o grande forte do trabalho híbrido. Essa modalidade traz benefícios para profissionais e empresas, aos primeiros significa redução no tempo de deslocamento, mais qualidade de vida, menos estresse e a liberdade para criar sua própria rotina. Para as organizações é maior alcance geográfico, funcionários mais produtivos e motivados, redução dos custos de espaço e insumos, ausência de superlotação e a oportunidade de otimizar investimentos. 

 

Das inúmeras vantagens trazidas pelo trabalho híbrido podemos listar:

 

    • Reuniões mais curtas que apresentam cerca 12% em redução de tempo;
    • Mais flexibilidade na hora de contratar e acesso uma maior diversidade de talentos; 
    • Necessidade de um espaço físico menor, uma vez que a empresa não terá todos os funcionários no local;

 

  • 50% de aumento em atividades realizadas por preferência;

 

    • Aumento da produtividade;
    • Redução de custos para empresa e funcionário;
    • Funcionários menos estressados e mais propícios ao trabalho;
    • Uso mais eficaz do escritório, mesas e estações de trabalho;
    • Mais agilidade e flexibilidade com a opção de escolher o ambiente de trabalho 

 

  • Queda de 15% em queixas sobre realização de tarefas;

 

  • Redução de atrasos;
  • Melhoria dos processos internos e da socialização entre equipes.

 

Essencialmente, o trabalho híbrido oferece às organizações os benefícios do trabalho remoto (maior flexibilidade, menos estresse com deslocamento, otimização do custo do trabalho e maior satisfação do funcionário), em conjunto aos pontos fortes do trabalho tradicional co-localizado (coordenação mais suave, rede informal, socialização cultural mais forte, maior criatividade e colaboração face a face).

 

Vale lembrar que embora o modelo de trabalho misto traga muitas vantagens aos dois aspectos das relações de trabalho, as leis trabalhistas ainda não contemplam esse tipo de regime, ou seja, não há dispositivos especiais na CLT para regulamentar o trabalho híbrido.

 

As empresas podem e devem analisar  as regras estabelecidas para o trabalho remoto para entender como seguir quanto ao modelo híbrido, já que em 2017, com a reforma trabalhista, a CLT integra e regulamenta o trabalho remoto através da  lei 13.467. Além disso, foi aprovada também a MP 927/20, que em sua determinação também garante a possibilidade do trabalho remoto aos profissionais. 

Escritórios Flexíveis

 

Um local de trabalho híbrido é um modelo flexível e por tanto exige também um escritório flexível para oferecer suporte a uma força de trabalho dividida entre remoto e presencial. O que não quer dizer que os escritórios se tornaram obsoletos, eles seguem parte importante da jornada de trabalho e estão apenas sendo repensados em termos estruturais. 

 

No trabalho híbrido e no futuro do trabalho em geral os espaços vêm se tornando locais sob demanda e os escritórios flexíveis suprem essa necessidade do adaptável, permitindo elasticidade de espaço, seja crescimento ou redução, se adequando ao que cada empresa precisa: é flexibilidade de ambientes, horários, custos e ocupação.

 

Além disso, locais como coworkings, por exemplo, funcionam como incubadora de socialização, networking, inovação, aprendizagem e criatividade. Algo que faz a diferença no dia a dia profissional que quando combinado a uma estrutura profissional, moderna e descontraída resulta em alto desempenho. 

 

 

Conclusão

 

Se o futuro do trabalho reside em inovação, então o  trabalho híbrido é a prática desse conceito. O impacto desse modelo já é visível e engloba tudo aquilo que se espera em termos de modernidade e eficiência dentro do mercado. A vantagem dessa atuação é proporcionar às empresas oportunidades de otimizar investimentos e aos profissionais a tão esperada qualidade de vida. Tudo isso, sem aumentar a distância real da equipe, já que apenas torna a jornada mais flexível. 

 

A liberdade de trabalhar a qualquer hora e em qualquer lugar tem um resultado positivo e significativo na satisfação dos funcionários. São esses pequenos detalhes como o controle total da própria agenda,  benefícios psicológicos, um código de vestimenta informal e mais tempo com os entes queridos, que acabam por criar o tão falado equilíbrio, o pilar do trabalho híbrido.  As empresas buscam entregas e produtividade, a longo prazo um ambiente misto é uma ferramenta para  para manter qualidade e crescer.

 

Interessado em uma
Sala Privativa?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link
Interessado em uma
Sala de Reunião?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link
Interessado em nosso
espaço de eventos?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link
Interessado em nosso
Endereço Comercial?
Receba mais detalhes e valores em seu e-mail!
Receber Proposta
close-link